domingo, 13 de fevereiro de 2011

Anunciação

Anunciação por Eurico de Carvalho



Nem sei como dizer-te a alegria com que espero

a palavra mais lúcida, secreta e semovente.

Dela, sabe-lo, se alimenta em pleno espaço

a incerta rotação dos amantes e a certeza

de ser seu o repouso. Seja ela a rosa de cristal

que amanhece em tua boca adolescente. E, crê,

por entre o orvalho — hálito da manhã —,

nunca será nosso o esquecimento do Sol.






Eurico de Carvalho


Poema publicado em Dezembro de 2002

no jornal «O Tecto» de Vila do Conde

(Ano XIV: N.º 39).

Cf. página 2.











 








Etiquetas:

2 Leituras da Montr@:

Blogger Eliane Alcântara. disse...

Então, como sempre, emociona-me Eurico de Carvalho e sua escrita
que dispensa qualquer comentário.
Obrigada por partilhar mais uma
obra prima.
Muito bom ouvi-lo, rs Beijinhos.

11:59 da manhã  
Blogger Eliane Alcântara. disse...

Devo puxar-lhe a orelha para que atualize o blog?!
Beijinhos e uma semana de muita
inspiração e paz.

11:29 da tarde  

Enviar um comentário

Montr@ das Leituras:

Criar uma hiperligação

<< Home