quarta-feira, 13 de julho de 2011

E. and I

  E. and I por Eurico de Carvalho



Ouvir-te é como se fosse marinheiro
de regresso a casa: Ulisses
dançando com Penélope.

Sentir-te é ser o perfume que te abre passagem
n’el mezzo del cammin di nostra vita: Dante
acenando a Beatriz.

Ver-te é como se tu fosses música
acesa em viva carne: Pedro
lembrando Inês.

Tocar-te, porém, é outro incêndio: pura alacridade,
corrente eléctrica nunca alterna
lavrando a adolescência do porvir.

 

EURICO DE CARVALHO

In «O Tecto»,
Ano XIV, n.º 37,
Julho/2002, pág. 2.


Etiquetas:

0 Leituras da Montr@:

Enviar um comentário

Montr@ das Leituras:

Criar uma hiperligação

<< Home